Teresina - PI

Deputado Assis Carvalho é reconduzido à presidência do PT

Atualmente o partido conta com 36 prefeitos dos 224 municípios do estado. A recondução do comando da sigla acontece na Central de Artesanato Mestre Dezinho, no Centro de Teresina.

Andressa Martins
Teresina
Jonas Carvalho
Teresina
- atualizado

Assis Carvalho toma posse como presidente do PT

O deputado federal Assis Carvalho tomou posse como presidente estadual do Partido dos Trabalhadores neste sábado (7) em evento na Central de Artesanato Mestre Dezinho, no Centro de Teresina. Assis foi reeleito em outubro deste ano.

Durante entrevista à imprensa, Assis disse que vai dialogar com as mais diversas alas da sigla e que quer ampliar a presença do PT no Piauí. Atualmente o partido conta com 36 prefeitos dos 224 municípios do estado.

“Queremos ampliar nossa presença nas eleições de 2020 com mais vereadores e vereadoras, com mais prefeitos e prefeitas. Então, estamos lutando fortemente para que a gente possa ampliar a presença do nosso partido no Piauí”, declarou.

Estiveram presentes no evento a vice-governadora Regina Sousa , o senador Marcelo Castro, os secretários Merlong Solano, Rafael Fonteles, Zé Santana e Florentino Neto e os deputados João Mádison, Pablo Santos, João de Deus e Warton Lacerda.

72 pré-candidatos

Em um levantamento feito pelo PT, a sigla já possui 72 pré-candidatos a prefeitos em todo o estado. Em alguns municípios a sigla ainda não está unificada, como em Picos, onde disputam o empresário Araujinho e a jornalista Maria Santana.

“No momento, fizemos o levantamento e até ontem tínhamos 72 municípios onde temos candidaturas que se apresentam. Algumas candidaturas unificadas a exemplo de Teresina, Esperantina e tantos outros e outros municípios que temos mais de um nome como Picos, Altos, que são alguns exemplos que a gente pode ilustrar aqui. E até março deverão ter muitos outros municípios que vão apresentar porque hoje que estamos organizando o diretório”, disse.

Compor com outros partidos

Assis admitiu que em alguns municípios há a possibilidade de uma composição com outros partidos.

“[Temos] humildade de dizer que em alguns municípios, embora tenhamos nomes do PT, podemos construir uma aliança de acordo com as convenções com outras correntes. Não obrigatoriamente o nome que se apresenta apresentará candidato, mas vamos estar ouvindo a direção do partido e tomando as decisões”, finalizou.