Curimatá - PI

Empresário desaparece no Sul do Piauí e Polícia Civil faz buscas

Manoel Braz Nunes Dias, tem 56 anos e desapareceu com sua caminhonete, modelo Hilux SW4 de cor preta, na última sexta-feira (10).

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Um empresário do município de Curimatá, no Sul do estado, está desaparecido desde a última sexta-feira (10). Manoel Braz Nunes Dias, tem 56 anos e desapareceu com sua caminhonete, modelo Hilux SW4 de cor preta, com placa OLC 2246. A família está desesperada a procura de informações sobre o paradeiro do empresário, que desapareceu deixando todos os documentos e cartões.

Em entrevista ao GP1 nesta terça-feira (14), o filho de Manoel, Mateus Dias, disse que populares informaram que foi localizado rastros de uma caminhonete nas proximidades de uma barragem no município. Mateus então acionou o Corpo de Bombeiros, que deverá chegar em Curimatá para realizar buscas no local. A Polícia Civil também faz buscas à procura do empresário.

  • Foto: Arquivo PessoalManoel Braz Nunes Dias está desaparecido desde o dia 10 de julhoManoel Braz Nunes Dias está desaparecido desde o dia 10 de julho

“Falaram que viram o rastro de um carro na barragem, mas a gente acionou o Corpo de Bombeiros e inclusive está vindo de Floriano. Tem um rastro, mas falaram que esse rastro era do carro dele. Algumas pessoas mergulharam, mas estão verificando e nada de encontrar”, informou o filho de Manoel.

Ao ser questionado sobre possíveis desafetos, o filho disse que algumas pessoas não gostam do pai. “Tinha algumas pessoas que não gostavam dele, mas até então nada de concreto. Conversei com o capitão da polícia e ele disse que tem as possibilidades de sequestro, execução, mas até então nenhuma informação”, continuou Mateus.

O filho informou ainda que não houve movimentação bancária nas contas do empresário. A família também não recebeu nenhuma ligação solicitando resgate de Manoel Braz. Quem tiver informações sobre o empresário, a família disponibiliza o número (86) 98111-0947. A polícia segue investigando o caso.

Mais conteúdo sobre: