Teresina - PI

Motoristas de ônibus iniciam 2ª greve em menos de um mês em Teresina

Essa já é a terceira greve somente no mês de outubro. As paradas estão lotadas e os usuários estão há horas sem conseguir pegar um coletivo.

Germana Chaves
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Os motoristas e cobradores de ônibus iniciaram uma nova greve, por tempo indeterminado, às 5h da manhã desta quarta-feira (28), em Teresina. Essa já é a segunda greve somente no mês de outubro e a terceira em 2020.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro-PI), José Esmerino da Costa, a categoria reivindica o pagamento do plano de saúde, ticket alimentação e manutenção dos pagamentos dos salários, que de acordo com os trabalhadores não têm sido realizados conforme a MP 936 do Governo Federal.

  • Foto: Alef Leão/GP1Motoristas e cobradores de ônibus realizam manifestação em TeresinaMotoristas e cobradores paralisados em Teresina

Em razão disso, as paradas de ônibus amanheceram lotadas e os usuários se aglomeram nos pontos, tentando conseguir transporte para chegar ao trabalho. Foi o caso da auxiliar de serviços gerais Ana Lúcia, que teve que abrir mão dos créditos no passe livre e pagar a passagem em dinheiro nos veículos cadastrados pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), que não aceitam o cartão do Setut.

Às 8 horas, os trabalhadores do setor de transporte urbano vão realizar uma manifestação na Praça Rio Branco, que deve contar também com a participação de representantes de outras classes trabalhadoras a fim de discutir sobre a greve geral do transporte público de Teresina.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TRT determina manutenção da frota de ônibus durante a greve em Teresina

Motoristas e cobradores de ônibus iniciam nova greve em Teresina

Ônibus voltam a circular na terça-feira em Teresina, diz Sintetro

Greve dos motoristas de ônibus inicia nesta sexta-feira em Teresina

Mais conteúdo sobre: