São Miguel do Tapuio - PI

Mulher é morta dentro de casa em São Miguel do Tapuio; marido é suspeito

Para a Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o esposo da vítima, identificado como Antônio Fagner de Aguiar. O casal estava em processo de separação.

Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Uma mulher identificada como Lia Vanessa, de 37 anos, foi morta por asfixia, na madrugada desta quarta-feira (24), dentro da própria residência na localidade Lagoa dos Campelos, zona rural de São Miguel do Tapuio, distante 227 km de Teresina. Para a polícia o principal suspeito do crime é o esposo da vítima, identificado como Antônio Fagner de Aguiar.

Em entrevista ao GP1, o delegado Aldely Fontenele, titular da Delegacia de Castelo do Piauí, contou que o corpo da vítima foi encontrado com o cobertor na boca e com marcas de violência sexual. O casal estava em processo de separação.

“A vítima e o acusado estavam quase separados. Ela já tinha se mudado da casa, na noite de ontem voltou ao local para pegar alguns pertences e acabou dormindo lá, na companhia de seus três filhos. O acusado não estava na casa, mas ao saber que a mulher tinha ido ao local ele foi até lá na madrugada e cometeu o crime. Verificamos, durante a perícia, que ela foi morta por asfixia e que também foi violentada sexualmente”, informou o delegado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a filha do casal, uma criança de 10 anos, encontrou o corpo da mãe e pediu ajuda aos vizinhos. Uma operação foi montada e os policiais militares seguem em diligências na mata tentando capturar o acusado.

A Polícia Militar isolou a área até a chegada da perícia. O corpo Lia Vanessa foi removido pelo Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina e o caso segue sendo investigado pela Polícia Civil de Castelo do Piauí.