Coronavírus no Piauí

Piauí registra 960 mortes e 33.359 casos de covid-19, diz Sesapi

Ainda de acordo com a Sesapi, do total de pessoas já infectadas no estado desde o início da pandemia, 31.520 já estão curadas.

Thais Guimarães
Teresina
Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), divulgado na noite deste domingo (12), informou que o número de mortes por covid-19 (coronavírus) no Piauí passou de 936 para 960. A quantidade de casos confirmados também aumentou, passando de 32.963 para 33.359. Foram 396 novos casos registrados e 24 óbitos nas últimas 24 horas, conforme a Sesapi.

Ainda de acordo com o boletim, das 33.359 pessoas que já contraíram o vírus no Piauí desde o início da pandemia, 31.520 já estão curadas. A secretaria informa ainda que 13.432 casos já foram descartados, após a realização de testes rápidos e exames no Lacen.

Os municípios que registraram óbitos são Jaicós, Joca Marques, Lagoa do Piauí, Oeiras, Parnaiba, Passagem Franca, Teresina e União. Entre os pacientes que não resistiram ao coronavírus estão 24 pessoas, sendo 13 do sexo masculino e 11 do sexo feminino.

Os homens são naturais de Jaicós (48 anos), Joca Marques (62 anos), Oeiras ( 60 anos), Parnaíba (79, 83 e 87 anos), Passagem Franca (70 anos), Teresina (49, 73, 75, 82, 83 e 84 anos).

E as mulheres são de Lagoa do Piauí (72 anos), Parnaíba (90 anos), Teresina (48, 59, 62, 68, 72, 75, 79 e 96 anos) e União (88 anos).

Segundo o boletim, dos 396 casos confirmados da doença, 226 são mulheres e 170 homens, com idades que variam de dois meses a 98 anos.

O número de cidades piauienses atingidas pela pandemia permanece 216, o que representa 96,43% dos municípios com casos confirmados.

Situção diária de internações

Atualmente há 879 pessoas com covid-19 internadas em todo o estado, sendo 545 pacientes em leitos clínicos, 308 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 26 em leitos de estabilização. As altas acumuladas já são 1.463, as altas do dia, 34.

NOTÍCIA RELACIONADA

"Vamos evitar o preconceito", diz Wellington Dias sobre pacientes com covid-19

Mais conteúdo sobre: