Piripiri - PI

PM registra quatro homicídios em menos de 48h na cidade de Piripiri

As vítimas foram: Ismael da Silva Almeida, Fabrício, Chiquinho quebra-queixo e Lucas. Todos eles possuíam passagens pela polícia.

Laura Moura
Teresina

Em dois dias, foram registrados pelo 12º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, um total de quatro homicídios no município de Piripiri. As vítimas foram: Ismael da Silva Almeida, Fabrício, Chiquinho quebra-queixo e Lucas. Todos eles possuíam passagens pela polícia.

O primeiro assassinato aconteceu na tarde desta sexta-feira (19), por volta de 16h, na Avenida Tomaz Rebelo. Ismael da Silva Almeida, um presidiário da Colônia Agrícola Major César de Oliveira que estava na saída temporária da Semana Santa, foi morto com dois disparos de arma de fogo.

O comandante do 12º BPM, tenente-coronel Erisvaldo Viana, contou ao GP1 que Ismael era um indivíduo de alta periculosidade. “Os quatros apresentam uma extensa ficha criminal. Ano passado, por exemplo, o Ismael foi preso mais de dez vezes pela Polícia Militar”, afirmou. Um outro homem, de nome não revelado, que também estava com o detento, foi baleado e encaminhado para o Hospital Regional Chagas Rodrigues.

No mesmo dia, por volta de 17h45, um outro criminoso identificado como Fabrício foi executado nas proximidades da BR 343, no bairro Paciência. A PM informou que dois motoqueiros encapuzados praticaram o crime.

Na noite do sábado (20), dois homens identificados apenas como Chiquinho Quebra-Queixo e Lucas foram mortos a tiros no bairro Prado. Eles eram os principais suspeitos de terem matado tanto Ismael quanto Fabrício.

  • Foto: Divulgação/PMLucas e ChiquinhoLucas e Chiquinho

Ainda na noite de ontem, por volta de 21h, a Polícia Militar recebeu a informação de outros dois homicídios ocorridos na cidade. Entretanto, eram notícias falsas. O tenente-coronel Erisvaldo Viana explicou que os boatos surgiram por conta do medo enfrentado pela população após a onda de violência.

“As pessoas ficaram assombradas. Aqui nós não temos essa tradição de violência e agora tivemos quatro homicídios em dois dias”, concluiu. Todos os casos estão sendo investigados pela Polícia Civil do Estado.