Teresina - PI

Polícia Civil prende acusado de matar funcionário do PT em Teresina

A vítima foi alvejada no abdômen e veio a óbito dois dias depois no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Laura Moura
Teresina
- atualizado

Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) efetuaram a prisão, na manhã desta sexta-feira (07), de Jônatas Patrik Sirqueira Araújo, vulgo “Pitchula”, acusado de matar o funcionário do PT, identificado como João Felipe Ferreira. A vítima foi alvejada com um tiro durante um assalto ocorrido no dia 07 de novembro deste ano, na Praça do Novo Milênio, Vila São Sebastião, situada no bairro Todos os Santos, zona sudeste de Teresina, e veio a óbito dois dias depois no HUT.

O indivíduo foi capturado pela polícia por meio do cumprimento de um mandado de prisão preventiva. Ele foi localizado em uma residência no bairro Monte Horebe, zona sudeste da Capital.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilJônatas Patrik Sirqueira AraújoJônatas Patrik Sirqueira Araújo

O acusado confessou o crime e alegou que cometeu o assassinato porque estava sob efeito de drogas e por conta de a vítima ter reagido ao assalto. Os policiais civis continuam em diligências para prender o outro envolvido no latrocínio.

  • Foto: Reprodução/ FacebookJoão Felipe de FerreiraJoão Felipe de Ferreira

Relembre o caso

Um funcionário do Partido dos Trabalhadores (PT-PI), identificado como João Felipe Ferreira, foi alvejado com um disparo de arma de fogo no abdômen durante um assalto no dia 07 de novembro deste ano na Praça Novo Milênio, na Vila São Sebastião, localizada no bairro Todos os Santos, zona sudeste da Capital.

Conforme a Polícia militar do Piauí, os dois criminosos chegaram em uma motocicleta e abordaram a vítima que reagiu, durante a ação, em legítima defesa e foi baleada. Ele morreu dois dias depois no Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Mais conteúdo sobre: