Teresina - PI

Polícia indicia quadrilha responsável por furto de gados no Piauí

Os 10 alvos foram indiciados por furto qualificado, organização criminosa e receptação qualificada, podendo cada um deles pegar penas de até 26 anos de reclusão.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O delegado titular do 21º Distrito Policial, Odilo Sena, indiciou 10 alvos da Operação Abigeato, que desarticulou um grupo criminoso responsável por um prejuízo financeiro de R$ 600 mil com furtos de gados de empresários e pequenos comerciantes entre os municípios de Teresina e Altos.

De acordo com Odilo Sena, as investigações foram iniciadas no começo deste ano em razão do furto de gado entre os municípios de Teresina e Altos. Durante os levantamentos, constatou-se que parte dos animais era vendido em açougues na cidade de Timon e em outras cidades dos estados do Piauí e também do Maranhão.

  • Foto: Alef Leão/GP1Delegado da Polícia Civil, Odilo SenaDelegado da Polícia Civil, Odilo Sena

Duas motocicletas e dois caminhões que, segundo a investigação, eram usados pela organização criminosa, foram apreendidos.

Os alvos identificados como Luis Sousa das Neves, vulgo “Luisinho”; João José Soares da Silva Neto, Jociane Rodrigues da Silva; Fredson Rodrigues Magalhães, vulgo “Tiago”; Belarmino Gomes de Oliveira Filho, Francisco Araújo Rosa, vulgo “chuta”, além de Valmir Rodrigues da Silva, Alan David Morais de Araújo, Waldete José da Mota e Edson Gonçalves de Sousa foram indiciados por furto qualificado, organização criminosa e receptação qualificada, podendo cada um deles pegar penas de até 26 anos de reclusão.

A investigação contou ainda com o apoio da 18ª Delegacia Regional de Timon, de policiais do 2º DP e do Grupo de Pronto Emprego (GPE) de Timon.

NOTÍCIA RELACIONADA

Preso suspeito de liderar grupo acusado de roubo de gado em Teresina