Teresina - PI

Porteiro é assassinado durante assalto no bairro Morros em Teresina

A vítima recebeu uma pizza para jantar, no entanto, como morava próximo do condomínio em que trabalhava, resolveu deixá-la para sua filha. No caminho, ocorreu o crime.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Um porteiro identificado como Antônio Pereira da Cunha, 40 anos, foi assassinado com um golpe de faca no pescoço, na noite do último domingo (29), no bairro Morros, zona leste de Teresina, por dois adolescentes e um adulto, que o abordaram próximo de sua casa, onde ele deixaria dois pedaços de pizza para sua filha, por volta de 20h.

Em entrevista ao GP1, na manhã desta terça-feira (31), o delegado Hildson Rodrigues, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP –, informou que a vítima recebeu a pizza para jantar, no entanto, como morava próximo do condomínio em que trabalhava, resolveu deixá-la para sua filha.

No caminho para casa, Antônio Pereira acabou sendo abordado por três suspeitos, que estavam a pé.

“Ele ganhou duas fatias de pizza de uma moradora para jantar, mas ao invés de comer levou para a filha, pois ele morava relativamente perto do condomínio. No caminho, Antônio cruzou com três indivíduos que anunciaram o assalto com arma branca. O porteiro tentou fugir, mas recebeu um golpe de faca no pescoço, pilotando uma moto. Mesmo lesionado, ele seguiu e quando chegou em frente sua casa desmaiou e faleceu nos braços da família”, contou o delegado.

Os policiais do DHPP iniciaram as diligências e na manhã dessa segunda-feira (30) conseguiram apreender dois adolescentes na Vila Bandeirante II, suspeitos de participação no latrocínio. Já na parte da tarde, policiais da Força Tática do 5º Batalhão da PM, em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Militar, prenderam o último suspeito, um homem identificado como João Paulo da Silva Prado.

Com ele foram encontrados uma faca, um canivete, além de entorpecentes. Ele foi encaminhado para a sede do DHPP e na manhã desta terça-feira (31) passará por audiência de custódia. Os dois adolescentes estão no Centro Educacional de Internação Provisória. Localizado no bairro Dirceu.

Mais conteúdo sobre: