Gilbués - PI

Prefeito Leo Matos é intimado a cumprir decisão do TCE

A decisão manda anular registro de funcionários contratados irregularmente.

Gil Sobreira
Teresina

O prefeito Leo Matos, do Município de Gilbués/PI, foi intimado a cumprir decisão do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) que manteve o julgamento de ilegalidade dos registros de 04 (quatro) servidores nomeados além da quantidade vagas criadas por lei, “fazendo cessar todo e qualquer pagamento decorrente do mencionado ato, ou comprove a esta Corte de Contas o cumprimento da decisão”.

O Tribunal também não reconheceu o registro das servidoras Franciana Guedes de Souza e Lavila Martins Tavares, em razão da desobediência à ordem de classificação.

  • Foto: Facebook/Léo MatosLéo MatosLéo Matos

Em caso de descumprimento por parte do prefeito, o TCE-PI poderá aplicar multa de 15.000 UFR equivalentes a R$ 51.300,00 (cinquenta e um mil e trezentos reais).

Os servidores foram nomeados irregularmente pelo ex-prefeito Francisco Pereira de Sousa, mais conhecido como “Chiquinho”.

O prazo para cumprimento da decisão é de 30 dias.

  • Foto: Divulgação/TCEPrefeito Leo Matos é intimado a cumprir decisão do TCE Prefeito Leo Matos é intimado a cumprir decisão do TCE