Picos - PI

Primeira etapa da reforma da Catedral de Picos deve ser concluída em agosto

Primeira parte do serviço deve ser concluída até 5 de agosto, um dia antes da abertura dos Festejos da Padroeira.

José Maria Barros
Picos

Reiniciada no último dia 5 de julho, a retirada do antigo piso da Igreja Catedral de Picos segue dentro do cronograma. A expectativa é de que a primeira etapa seja concluída até 5 de agosto, um dia antes da abertura dos Festejos da Padroeira Nossa Senhora dos remédios, que acontecem no período de 6 a 15 do próximo mês.

O serviço de retirada do piso foi retomado no dia 5 de julho, após um impasse que durou mais de dois meses. Os operários envolvidos no serviço estão trabalhando à portas fechadas e, nesse tempo as celebrações estão acontecendo no Salão Paroquial, ao lado da Igreja Catedral.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Operários trabalham na retirada do piso antigo da CatedralOperários trabalham na retirada do piso antigo da Catedral

Após a retirada completa dos antigos ladrilhos, a empresa responsável pelo serviço colocará em toda a extensão interna da Catedral um piso grosso até que passe os festejos da Padroeira Nossa Senhora dos Remédios. Em seguida, o arquiteto responsável pela execução do projeto virá para comandar a colocação do novo piso.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Enquanto a troca do piso não acontece fiéis assistem as missas no Salão ParoquialEnquanto a troca do piso não acontece fiéis assistem as missas no Salão Paroquial

Ajustamento de Conduta

A retomada da obra foi possível graças a um Termo de Ajustamento de Conduta assinado entre o bispo diocesano de Picos, dom Plínio José Luz da Silva e o Ministério Público Estadual, representado pelo promotor de justiça Maurício Gomes de Sousa.

O Termo de Ajustamento de Conduta foi assinado no último dia 12 de junho e nele os responsáveis pela execução da obra se comprometeram a apresentar dentro dos prazos estipulados algumas medidas. Dentre as quais alvará de construção, ampliação ou reforma da Igreja Catedral de Nossa Senhora dos Remédios aprovado pela autoridade curadora do Patrimônio Histórico e Cultural e Artístico de Picos, autorizando e aprovando o projeto de reforma do templo num prazo de 30 dias após a assinatura do termo.

Mais conteúdo sobre: