Piauí

Regina Sousa descarta decretar emergência por conta de óleo no litoral

“A gente chegou à conclusão que a partir do relatório que a gente recebeu da Marinha não é necessário o decreto", pontuou a governadora em exercício Regina Sousa.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

A governadora em exercício Regina Sousa se reuniu com a equipe de Governo no Palácio de Karnak, na tarde desta terça-feira (19) e depois de analisar o relatório da Marinha do Brasil, sobre a atual situação do litoral piauiense, no tocante às manchas de óleo no mar, resolveu não assinar o decreto de emergência que chegou a anunciar nessa segunda-feira (18).

De acordo com Regina Sousa, os indicadores apresentados pela Marinha apontam que a situação está se normalizando, não sendo necessária adoção de medidas administrativas pontuais, como o decreto, por exemplo.

“A gente chegou à conclusão que a partir do relatório que a gente recebeu da Marinha não é necessário o decreto. Todos os indicadores apontam que está se diluindo, se acabando os resíduos que aparecem no mar. Tem todo um patrulhamento com três navios, dois helicópteros, mergulhadores e todos apontam que não haverá, por esses dias, a renovação desse óleo na praia. A preocupação da gente era o mangue e não chegou a se atingir, o que seria muito grave, pois é difícil tirar óleo de mangue”, ressaltou a governadora em exercício.

  • Foto: Alef Leão/GP1Regina Sousa Regina Sousa

Regina Sousa reforçou a necessidade de se manter os trabalhos que estão sendo realizados pela Marinha, em conjunto com os demais órgãos, para realizar a limpeza das áreas afetadas.

“Tudo indica que a gente está caminhando para não precisar de nenhuma emergência. O capitão Dante [comandante da Capitania dos Portos do Piauí] afirmou que vai continuar monitorando e vai ficar lá até certo tempo para a gente poder saber se de fato não vem mais”, completou.

Turismo

A governadora em exercício aproveitou a oportunidade para alertar aos turistas e comerciantes da região que a tendência natural da presença de óleo é diminuir, principalmente, nas praias que hoje estão impróprias para banho. “As praias já estão ficando limpas, em Atalaia só deu 5kg de resíduos, na Pedra do Sal ainda deu 300kg, mas eles acham que amanhã ela deve estar limpa, como é uma praia pequena [...] É uma aflição de todos nós, a gente sabe que teve um prejuízo, mas isso tudo tende a se diminuir agora. Nós temos químicos examinando a água para liberar o banho, então eu acho que está tudo sob controle, não precisa se apavorar, não é uma questão de emergência. Nós vamos ter nossas praias no fim de ano, Carnaval, agora tem que estar atento, pois é difícil prever se vem mais”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Marinha não registra novas manchas de óleo no litoral do Piauí

Regina Sousa vai decretar emergência devido a óleo no litoral

Marinha usa navio patrulheiro para mapear manchas de óleo no Piauí

Manchas de óleo deixam mais praias do Piauí impróprias para banho

Mais conteúdo sobre: