Teresina - PI

Setut adota medidas de segurança para retorno dos ônibus

O uso de máscaras pelos passageiros e operadores é obrigatório, além de cartazes que estão sendo fixados nos ônibus informando a determinação.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) adotou medidas, a fim de garantir o retorno do transporte público de Teresina com segurança aos usuários durante a pandemia do novo coronavírus, a partir desta quarta-feira (08), depois da decisão liminar da Justiça do Trabalho, determinando que os motoristas e cobradores retornassem ao trabalho, parcialmente, com 70% da frota no horário de pico e 30% no horário normal.

O uso de máscaras pelos passageiros e operadores é obrigatório, além de cartazes que estão sendo fixados nos ônibus informando a determinação. Para facilitar a circulação do ar, os veículos só poderão rodar com as janelas abertas, além disso, todos os colaboradores deverão utilizar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) de forma sistemática.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Ônibus coletivo na Avenida Frei SerafimÔnibus coletivo na Avenida Frei Serafim

A coordenadora executiva do Setut, Idina Medeiros, informou que as medidas vão trazer mais segurança aos usuários do transporte público de Teresina. "Diante da retomada gradual das atividades econômicas na nossa capital, elaboramos um protocolo de segurança para que todas as empresas possam cumprir e, assim, garantir a proteção de trabalhadores e usuários dentro dos coletivos", disse.

Outra medida importante diz respeito à venda de cartões eletrônicos, que ocorrerá dentro dos ônibus com o objetivo de reduzir a circulação de dinheiro em espécie. O Cartão Expresso será disponibilizado com um valor promocional de R$ 10,00, com dois créditos já inclusos.

Também haverá a sanitização dos veículos por parte da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e algumas praças no centro de Teresina receberão ações pontuais para higienização das mãos e medição de temperatura dos usuários.

Mais conteúdo sobre: