Teresina - PI

Trabalhadores vão deflagrar Greve Geral no dia 14 em Teresina

Os professores da área de educação básica do Estado também vão entrar em greve no dia 14.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

Está marcada para o dia 14 de junho, em todo o Brasil, a Greve Geral em defesa da Previdência Social, educação e pela liberdade do ex-presidente Lula. Vão participar do movimento, sindicatos, trabalhadores das comunidades rurais, de assentamentos de Teresina e o Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Em Teresina, a concentração para a greve geral acontecerá a partir das 8 horas da manhã, em frente ao prédio sede do INSS, no centro da capital, onde os movimentos sociais organizados paralisarão os transportes coletivos e o comércio do centro, além dos bancos e escolas públicas.

Os professores da área de educação básica do Estado também vão entrar em greve no dia 14. A principal reivindicação da categoria é a cobrança pelo reajuste salarial de 4,17% negada pelo Governo do Piauí.

Protestos

No último dia 30 de maio, estudantes e professores voltaram a protestar contra cortes do Governo Federal na área da educação e contra a reforma da Previdência. Participaram do evento o DCE da UFPI, DCE da UESPI, SINTE, CUT, SINTUFPI, ADUFPI, UNE, dentre outros movimentos.

Duas semanas antes, no dia 15 de maio, estudantes e professores da rede de educação superior foram às ruas de Teresina protestar contra o bloqueio de 30% de verbas anunciado pelo Ministério da Educação. Além disso, o ato também protestou contra a projeto de Reforma da Previdência.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Professores da educação básica do Piauí vão entrar de greve dia 14

Estudantes voltam a protestar contra cortes na educação em Teresina

Estudantes de instituições federais protestam na Frei Serafim

Mais conteúdo sobre: