São João da Fronteira - PI

Tribunal de Contas vai julgar denúncia contra o prefeito Gongo

O procurador do Ministério Público de Contas, José Araújo Pinheiro Júnior, apresentou um parecer se manifestando pela procedência da denúncia.

- atualizado

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) vai julgar na próxima terça-feira (29) uma denúncia do advogado e vereador Antônio Ximenes Jorge Filho, mais conhecido como Toim do Carne Assada, contra o prefeito de São João da Fronteira, Erivan Rodrigues Fernandes, mais conhecido como Gongo, por suposta “farra de contratações”.

Segundo o vereador, o TCE julgou em fevereiro de 2018, procedente representação do Ministério Público de Contas contra o chefe do poder executivo municipal por gastos com pessoal que estavam acima do limite legal, que é 54%, mas estava em 64,62%. Ele destacou que mesmo com a decisão, o prefeito em vez de exonerar, realizou mais contratações.

  • Foto: Facebook/Prefeitura SJFPrefeito GongoPrefeito Gongo

Ele afirmou que o prefeito tem realizado uma “farra de contratações, fatos esses que podem ser comprovados com as diversas nomeações para cargos em comissão publicadas no Diário Oficial dos Municípios”.

O vereador então pede o bloqueio das contas da prefeitura de São João da Fronteira, que seja determinada a imediata exoneração de todos os cargos em comissão e a procedência da denúncia, assim como aplicação de multa ao prefeito Gongo.

O procurador do Ministério Público de Contas, José Araújo Pinheiro Júnior, apresentou um parecer se manifestando pela procedência da denúncia e pediu que seja aplica uma multa ao prefeito Gongo. Consta no processo que o prefeito foi citado para se manifestar e apresentar defesa, o que não aconteceu.

Outro lado

O prefeito não foi localizado pelo GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vereador denuncia prefeito Gongo por "farra de contratações"

Prefeito Gongo nega denúncia de contratações irregulares