Política

Versões adulteradas de conversas entre Moro e Dallagnol circulam na web

Leitores enviaram conteúdo enganoso para checagem ao WhatsApp do Estadão Verifica: (11) 99263-7900.

Por  Estadão Conteúdo

Após a divulgação de trocas de mensagens entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o procurador da República Deltan Dallagnol, versões adulteradas de conversas entre os dois começaram a circular no WhatsApp. Uma delas mostra Dallagnol dizendo a Moro: “Temos a Globo e o Estadão do nosso lado, garantiram cobertura total”. Essa declaração, porém, não aparece na reportagem originalpublicada pelo site The Intercept Brasil. O conteúdo enganoso foi enviado por leitores ao número do Estadão Verifica.

Na noite de domingo, 9, o The Intercept Brasil publicou conversas que mostrariam que Moro teria orientado investigações da Operação Lava Jato por meio de mensagens trocadas no aplicativo Telegram. De acordo com o site, há conversas escritas e gravadas nas quais Moro sugeriu mudança da ordem de fases da Lava Jato, além de dar conselhos, fornecer pistas e antecipar uma decisão a Dallagnol.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoSérgio MoroSérgio Moro

A versão que circula no WhatsApp traz outros elementos não publicados na reportagem de The Intercept: no texto adulterado, Moro diz que a sentença no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) “já está combinada” e pergunta a Dallagnol se os procuradores não conseguiriam fazer nada para impedir a candidatura de Fernando Haddad (PT).

A imagem com a conversa alterada também foi publicada no Facebook e teve 2,9 mil compartilhamentos nas últimas cinco horas. Por meio da parceria com a rede social, o Estadão Verifica marcou a postagem como distorcida.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

OAB recomenda o afastamento de Sérgio Moro e Delton Dallagnol

Associação pede apuração sobre vazamento de mensagens de Moro

Wellington Dias defende apuração de conversa vazada de Sérgio Moro

PF apura invasão de telefones de Moro e de procuradores

Mais conteúdo sobre: