Política

Wellington Dias não descarta retomar aliança com Robert Rios

Antes de ser oposição, Robert foi Secretário de Segurança dos dois primeiros governos do petista.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O ex-deputado estadual Robert Rios Magalhães (DEM) confidenciou que não vai mais fazer oposição no Piauí e que este papel agora iria ficar a cargo do prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB). Em uma postagem nas redes sociais nesta terça-feira (16), Rios afirmou: “Firmino assume a liderança da oposição no Piauí: achei ótimo, estava cansando, não sou mais oposição a ninguém. Estou livre para escolher caminhos”.

A posição do ex-deputado tem como principal pilar, a oposição declarada ao senador Ciro Nogueira Filho (PP) que é aliado inseparável de Firmino. Diante do cenário, Robert já havia admitido rompimento com a base do Palácio da Cidade.

  • Foto: Hélio Alef/GP1Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias

A decisão de Robert também chegou a esfera estadual e o governador Wellington Dias (PT) não descartou, durante entrevista hoje (16), a possibilidade de voltar a dialogar com Robert, que já foi secretário de Segurança nas duas primeiras gestões do petista. O chefe do Palácio de Karnak disse ter visto o posicionamento de Robert como uma “atitude madura” tendo em vista que a “eleição terminou”.

“Vejo uma atitude madura, importante e da nossa parte todo o interesse de trabalharmos em sintonia respeitando a independência partidária, mas em sintonia daquilo que são os interesses maiores do Piauí. Procuro no meu dia a dia também atuar nesse mesmo sentido em relação ao Governo Federal. A eleição terminou, temos agora os mandatários com obrigações de cada um cumprir sua missão e trabalhar, quanto mais a gente trabalhar, quanto mais a gente tiver condições de trabalharmos em uma mesma direção, ganha o Piauí, ganha o nosso povo”, declarou.

Mais conteúdo sobre: