GP1

Campo Maior - Piauí

Bolsonaro tem 90% de chance de se filiar ao PL, diz Fábio Abreu

O piauiense disse que deverá dialogar com o presidente nacional do partido na próxima semana.

A possível filiação do presidente da República Jair Messias Bolsonaro ao PL tem movimentado o cenário político nacional, sobretudo nos estados onde o partido tem alinhamento com lideranças de esquerda como é o caso do Piauí. No estado administrado pelo petista Wellington Dias, o Partido Liberal é aliado há anos do PT, mas com a novidade de Bolsonaro, mudanças poderão ocorrer.

Nesse sentido, o GP1 conversou nesta sexta-feira (22) com o deputado federal piauiense Fábio Abreu (PL), que é um dos líderes da base de Wellington. Ele afirmou que, segundo os entendimentos nacionais até aqui discutidos, são de 90% as chances de Bolsonaro ingressar à sigla.

“Existem possibilidades reais com relação a nós conseguirmos duas vagas para federal e aumentarmos o quadro de estaduais. No momento, poderá mudar todo esse cenário pela possibilidade da vinda do presidente Bolsonaro para o PL. Vai mudar o cenário nacional do partido”, previu Abreu.

Foto: Alef Leão/GP1Deputado federal Fábio Abreu
Deputado federal Fábio Abreu

“Pelo que a gente tem conversado com os deputados, eu particularmente conversei com o deputado Capitão Augusto de São Paulo, o deputado Marcelo Ramos, o próprio presidente [do PL], existe essa possibilidade [de filiação do presidente]. Existe 90% de chance dele [Bolsonaro] vir para o PL”, completou o deputado piauiense.

Situação no Piauí

Fábio Abreu ainda avaliou sobre as perspectivas do impacto da entrada de Jair Bolsonaro ao Partido Liberal. Ele, que é aliado do Governo Wellington Dias no Piauí, adiantou que vai manter suas convicções, mesmo com a entrada do presidente da República à legenda.

“Eu sempre tenho mantido as minhas convicções, eu não vou mudar. Tenho minhas convicções, meus ideais partidários e também tenho todo uma trajetória que jamais vou mudar de uma hora para outra. Isso eu vou levar em consideração. Consequentemente, se confirmando isso [filiação de Bolsonaro], por exemplo no Piauí, que é administrado por um Governo do PT, consequentemente o candidato será do PT e com certeza vai apoiar candidatura do PT em nível nacional”, disse Fábio Abreu.

Abreu antecipou que terá uma reunião com o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, na próxima semana. “É dentro dessa realidade, que nós vamos tomar a decisão em relação ao partido e, logicamente, em relação a conversa que teremos com o presidente [nacional do PL]”, finalizou o deputado piauiense.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.