GP1

Picos - Piauí

Empresa do prefeito Gil Paraibano é alvo de assaltante em Picos

O acusado tentou levar ainda um veículo Ford Ranger XL CD4 22H e um Fiat Cronos, mas não conseguiu.

A empresa Medeiros Empreendimentos, de propriedade do prefeito de Picos, Gil Paraibano, foi invadida e furtada no dia 3 de outubro, por volta das 5 horas da manhã. O prédio fica localizado na Avenida Senador Helvídio Nunes, bairro Conduru, em Picos.

Segundo o inquérito policial, Francisco Sidney de Souza Lima invadiu o prédio da empresa e levou 01 televisão da marca Philips; 02 relógios da marca Ford Marquesa, com pulseira de couro; 01 perfume da marca Hugo Boss e 01 CRLV, em nome do prefeito.

Foto: GP1Ex-prefeito Gil Paraibano recebeu alta ontem
Gil Paraibano

Consta ainda que o acusado tentou levar ainda um veículo Ford Ranger XL CD4 22H e um Fiat Cronos não conseguindo por circunstâncias alheias a sua vontade por ter provocado uma batido entre os carros.

Francisco foi preso depois que policiais militares, que estavam realizando rondas, desconfiaram de sua atitude e resolveram abordá-lo. O acusado estava carregando a televisão.

Ao realizarem uma busca pessoal, os policiais encontraram no bolso da bermuda de Francisco os relógios, o perfume e o documento CRLV. A equipe então decidiu ir até o prédio da Medeiros Empreendimentos onde constataram que houve o arrombamento e que dois veículos estavam colididos.

O acusado foi preso e encaminhado para a Central de Flagrante de Picos para a realização dos procedimentos cabíveis ao caso. No mesmo dia o juiz José Airton M. de Sousa, da Vara Núcleo de Plantão de Picos, homologou o flagrante e decretou a prisão preventiva de Francisco Sidney.

Denúncia recebida

No dia 15 de outubro, a promotora de Justiça Gianny Vieira de Carvalho ofereceu denúncia contra Francisco Sidney de Souza Lima pelo crime de furto qualificado com destruição ou rompimento de obstáculo e praticado durante o repouso noturno.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.