GP1

Coronavírus no Piauí

Teresina tem reserva de respiradores e amplia capacidade de oxigênio

A capital também registrou queda na ocupação de leitos de UTI e enfermarias covid.

A cidade de Teresina iniciou o mês de maio, mesmo atravessando a segunda onda do coronavírus, registrando reserva técnica de respiradores. O dado foi uma das informações repassadas durante a reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE) nesta quinta-feira (13), na Prefeitura de Teresina.

O Presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, é um dos integrantes do COE Municipal. Segundo Albuquerque, além da reserva técnica de respiradores, a capital conseguiu aumentar sua capacidade de oxigênio em hospitais do município e registrar a queda de ocupação de leitos de UTI e enfermarias covid.

Foto: Divulgação/AscomReunião com membros do COE
Reunião com membros do COE

“Ampliamos em cinco vezes a nossa capacidade de oxigênio. Cinco vezes mais em relação a capacidade do mês anterior. Temos também uma reserva técnica de três respiradores, algo difícil de acontecer em meio a pandemia”, afirmou o médico Gilberto Albuquerque.

O gestor também explicou sobre a utilização dos leitos que estão sendo desocupados por pacientes com covid-19. “Esses leitos não foram desativados. Pela diminuição de pacientes covid, os leitos estão sendo utilizados por pacientes com outras doenças. Caso haja necessidade que eles retornem para pacientes covid, eles estarão disponíveis”.

O COE Municipal reforçou mais uma vez a importância do município seguir vigilante quanto ao uso de máscara e álcool em gel em locais públicos, sobretudo de maior fluxo de pessoas. A reunião contou com representantes das secretarias de governo, finanças, saúde e de desenvolvimento econômico.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.