GP1

Teresina - Piauí

Deputado Júlio Arcoverde diz que PP quer o apoio do PSD e MDB

"Eu queria estar com eles [do PSD], com o presidente Themístocles Filho", declarou o presidente do PP.

O presidente do Diretório do Progressistas no Piauí, deputado Júlio Arcoverde, disse ao GP1 nesta segunda-feira (17), que gostaria de contar com o apoio do MDB e do PSD nas eleições de 2022. Ele afirmou que tem dialogado com os deputados pessedistas Júlio César e Georgiano Neto, que ele tem como parceiros de longas datas do senador Ciro Nogueira, que dirige nacionalmente o PP.

“O PSD é um parceiro de longas datas do senador Ciro. [Aliança] vai depender também da conjuntura de 2022. Eu queria estar com eles, com o presidente Themístocles Filho e com várias pessoas que estejam com esse sentimento de obras estruturantes no nosso Estado. Temos que criar agora uma condição que nosso Estado possa se desenvolver nos próximos 20 anos”, declarou Arcoverde.

Foto: Lucas Dias/GP1Júlio Arcoverde
Júlio Arcoverde

Na base

MDB e PSD são dois importantes partidos aliados do governador do Piauí, Wellington Dias (PT). As duas siglas almejam vagas na chapa majoritária do Governo e já avisaram isso ao chefe do Palácio de Karnak.

O MDB, por exemplo, cogita indicar o vice e o nome do presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado estadual Themístocles Filho, é sempre lembrado. Os aliados governistas aguardam por diálogos com Wellington para iniciar a construção das estratégias para 2022, inclusive, da chapa proporcional que tem inquietado todos as siglas devido as incertezas que envolvem esse processo eleitoral.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.