GP1

Teresina - Piauí

Wilson Brandão aposta na neutralidade de Wellington para vaga do TCE

“É uma corrida de resistência que temos que ter muita paciência para trabalhar", disse Brandão.

O secretário de Mineração do Piauí, deputado Wilson Brandão (Progressistas), falou à imprensa nessa quarta-feira (14) sobre o processo que vai definir o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) ainda este ano. Brandão, que é um dos postulantes ao cargo, comparou os entendimentos a uma corrida de resistência e disse que aposta na neutralidade do governador Wellington Dias (PT-PI), quanto à condução do processo que vai definir o novo membro da Corte de Contas.

O secretário reconhece que o consenso não será algo fácil de construir e que, por esse motivo, acredita que o poder de viabilidade de cada interessado na vaga do TCE será determinante para arregimentar o maior número de apoios dos deputados da Assembleia Legislativa.

Foto: Lucas Dias/GP1Wilson Brandão
Wilson Brandão

“É uma corrida de resistência que temos que ter muita paciência para trabalhar esse assunto. E o tempo é que vai dizer a hora certa que devemos buscar os entendimentos na Casa para então irmos para eleição. Eu acredito que a vaga pertence a Assembleia e os poderes são harmônicos, mas independentes. Acredito que o governador vai deixar a Assembleia à vontade para essa discussão”, declarou o secretário.

“A gente aposta no consenso, mas ele é muito difícil. De qualquer forma é com diálogo que devemos sempre trabalhar, principalmente, na Casa Legislativa onde o diálogo será preponderante nas discussões”, acrescentou Brandão.

Nomes interessados

Estão na lista de interessados pela vaga na Corte de Contas além de Wilson Brandão, os deputados Zé Santana (MDB), Flávio Júnior (PDT), Franzé Silva (PT), Flora Izabel (PT) e Ziza Carvalho (PT).

Vacância

O ex-conselheiro Luciano Nunes deixou o TCE após aposentadoria compulsória. Depois deste primeiro passo, o Tribunal vai anunciar a vacância à Alepi, responsável pela abertura de edital para escolha do novo conselheiro.

O nome mais votado na Casa será encaminhado para sanção do governador Wellington Dias (PT). Qualquer cidadão pode se candidatar ao cargo, desde que cumpra algumas exigências.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.