GP1

Teresina - Piauí

Trabalhador autônomo tem trailer removido pela SAAD Leste e pede ajuda

Domingos Severo procurou o GP1 e relatou que sobrevive há quatro anos do que consegue apurar no trailer.

Lucas Dias/GP1 1 / 8 Domingos Severo Domingos Severo
Lucas Dias/GP1 2 / 8 Entrevista com o senhor Domingos Severo Entrevista com o senhor Domingos Severo
Lucas Dias/GP1 3 / 8 Trailer foi removido pela prefeitura de Teresina Trailer foi removido pela prefeitura de Teresina
Lucas Dias/GP1 4 / 8 Domingos Severo teve seu trailer removido Domingos Severo teve seu trailer removido
Lucas Dias/GP1 5 / 8 Domingos Severo mostrando onde seu trailer ficava Domingos Severo mostrando onde seu trailer ficava
Lucas Dias/GP1 6 / 8 Seu Domingos é chaveiro e teve seu trailer removido Seu Domingos é chaveiro e teve seu trailer removido
Lucas Dias/GP1 7 / 8 Trailer foi removido Trailer foi removido
Lucas Dias/GP1 8 / 8 Praça fica localizada na zona leste de Teresina Praça fica localizada na zona leste de Teresina

O trabalhar autônomo Domingos Severo, 49 anos, teve seu único meio de renda retirado das mãos nessa semana, quando fiscais da Superintendência de Ações Administrativas Descentralizadas – SAAD Leste – removeram um trailer que ele utilizava como ponto comercial, onde atuava com chaveiro, atendendo moradores da região do bairro São Cristóvão, zona leste de Teresina.

Domingos Severo procurou o GP1 nessa sexta-feira (30), e relatou que há quatro anos sobrevive do que consegue apurar no trailer localizado na Praça Edson Veras, mais conhecida como Praça Vilmary, e que em função da pandemia passou a atender seu clientes em home office, no entanto, guardava suas ferramentas de trabalho no local.

“Eu não fui notificado, todos os meus dados estão na prefeitura e eu fiquei sabendo que eles tinham arrancado meu trailer pelo taxista, que foi na minha casa avisar que os fiscais tinham retirado a barraca do local. Como a pandemia fechou, eu tive que fechar e passei a atender as pessoas em casa, mas os clientes me procuram aqui, pegam meu telefone e eu atendo”, contou.

Domingos afirmou que possui alvará de funcionamento, no entanto, o prazo para renovar expirou. Apesar disso, ele ressaltou que a Prefeitura de Teresina não o comunicou da remoção do trailer. “Eu tiro daqui R$ 300,00 para sustentar minha família e faço bicos. Agora eu não tenho o que fazer, vou aguardar a boa vontade da prefeitura, pois eu pensei que iria receber ajuda e agora, simplesmente, tiraram o meu sustento”, pontuou.

Apelo

O trabalhador, que tem cinco filhos, fez um apelo à Prefeitura de Teresina para tentar reaver seu meio de renda, que ficou prejudicado em função da retirada do trailer do local. “Eu acredito que o prefeito não está sabendo disso. O que eu quero é voltar a trabalhar aqui, pois o serviço de bico que estou fazendo acaba agora no início do mês e eu tenho que retornar para cá. Com a pandemia a gente tem que se virar para sobreviver e tirar o sustendo da família”, lamentou.

O que diz a SAAD Leste

Procurado pelo GP1 nesta sexta (30), o gerente de fiscalização da SAAD Leste, Francisco Brandão, afirmou que o trailer estaria sendo utilizado como moradia. “A SAAD Leste recebeu várias denúncias de uma pessoa que se instalou do dia para a noite há cerca de 12 meses e não tinha nenhum tipo de alvará de funcionamento e não estava trabalhando, estava morando dentro do trailer. Domingos estava usando como moradia. A sugestão que a SAAD Leste deu foi que ele fosse para o setor de habitação, para falar com a assistente social’, declarou o representante da SAAD Leste.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.