GP1

Teresina - Piauí

Jeová Alencar defende nova licitação para o transporte público

“Eu não vejo outra forma que não o rompimento e que se possa fazer um novo edital", afirmou o vereador.

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar (MDB), afirmou nesta segunda-feira (13), em entrevista ao GP1 que defende o rompimento do contrato da prefeitura com os empresários do transporte coletivo e que seja realizada uma nova licitação.

De acordo com o vereador, mesmo o prefeito Dr. Pessoa tendo buscado dialogar com os empresários, eles não demonstram boa vontade para resolver o problema. “Pode ter certeza que o Dr. Pessoa junto com sua equipe e com o apoio daqui da Câmara Municipal dará uma resposta rápida a quem espera que o sistema volte logo ao normal, as pessoas estão sofrendo esperando essa resposta, foi buscado o diálogo, Dr. Pessoa é o homem do diálogo, buscou fazer isso de forma decente, mas não vejo boa vontade por parte dos empresários, do Setut”, afirmou Jeová Alencar.

Foto: Alef Leão/GP1Jeová Alencar
Jeová Alencar

Jeová Alencar disse ainda que os empresários não têm mais poder de investimento e que o problema foi causado pela má administração deles. “Diante dos documentos que a CPI apontou com várias irregularidades e diante da situação de que alguns empresários não têm mais como investir no sistema de transporte, e não foi por conta de não pagamento da prefeitura de anos passados, mas sim por uma péssima administração interna mesmo, eles não têm mais condições de operar o sistema de transporte de Teresina”, declarou o vereador.

Rompimento

“Eu não vejo outra forma que não o rompimento e que se possa fazer um novo edital, um novo contrato para que empresas que tenham compromisso com o trabalho, com aquilo que faz possam estar operando o sistema de transporte coletivo de Teresina”, defendeu Jeová.

“Desde quando se iniciou o novo governo, se tem buscado junto aos empresários locais, o diálogo para que se possa ter um entendimento e que os ônibus voltem a funcionar, infelizmente a cada diálogo, tem uma proposta impraticável, parece que eles estão no mundo da lua. É necessário que se tome uma decisão enérgica e tenho certeza que o Dr. Pessoa vai fazer isso", finalizou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.