GP1

Teresina - Piauí

PF cumpre mandados contra organização criminosa em Teresina

Objetivo é desarticular grupo especializado em obter vantagem decorrente de saques de pessoas falecidas.

A Polícia Federal deflagrou nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (10), a Operação Tambaqui, com objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em obter vantagens ilícitas decorrentes de saques e empréstimos em benefícios previdenciários de pessoas falecidas.

Foram cumpridos 17 mandados judiciais, sendo 10 mandados de busca e apreensão, cinco de prisão temporária e dois de prisão preventiva nas cidades de Teresina e Caxias/MA. As ordens judiciais foram expedidas pelo Juízo da 1ª Vara Federal de Teresina.

Foto: Divulgação/PFPolícia Federal na Operação Tambaqui
Polícia Federal na Operação Tambaqui

Ao todo, 44 policiais federais estão participando do cumprimento dos mandados judiciais.

Investigação

Segundo a Polícia Federal, ao longo das investigações, foram identificados 68 benefícios relacionados à organização criminosa, sendo que 24 deles são atrelados a uma pessoa falecida.

Foto: Divulgação/PFPoliciais federais durante o cumprimento dos mandados
Policiais federais durante o cumprimento dos mandados

Estima-se que até o momento o prejuízo efetivo ao INSS é de R$ 772 mil, enquanto o prejuízo futuro estimado do INSS com o pagamento destes benefícios, com base na expectativa de vida do brasileiro segundo o IBGE, seria superior a R$ 10 milhões.

Foto: Divulgação/PFAgente da PF cumpre mandado de busca
Agente da PF cumpre mandado de busca

Foi determinado bloqueio judicial das contas bancarias dos CPFs de duas pessoas envolvidas nas fraudes identificadas e a suspensão judicial de 31 benefícios com fraudes comprovadas. Os investigados podem responder por organização criminosa, estelionato majorado, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Foto: Divulgação/PFViatura da PF
Viatura da PF

Operação Tambaqui

Conforme a Polícia Federal, o nome Tambaqui decorre do fato dos investigados, em suas conversas, nomearem os benefícios previdenciários como “Tambaqui”.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.