GP1

Teresina - Piauí

Jornalista é atropelada e arrastada por carro na zona leste de Teresina

Segundo a vítima, o motorista estava dirigindo em alta velocidade e apresentava sinais de embriaguez.

A jornalista Nayrana Meireles, do Portal GP1, foi atropelada e arrastada por um carro modelo Nissan Frontier que estava sendo conduzido por um homem, no início da tarde deste domingo (15), por volta das 13h10, na Rua Manoel Castelo Branco, bairro Jóquei, na zona leste de Teresina. Segundo a vítima, o condutor do veículo estava dirigindo em alta velocidade e apresentava sinais de embriaguez.

“Eu estava seguindo na Avenida Presidente Kennedy, ali perto do Terminal Zoobotânico, quando um carro de modelo Frontier que estava em alta velocidade colidiu no meu carro. Como a ação foi rápida, eu comecei a seguir a Frontier para tirar foto da placa. Quando chegamos ali na Avenida Dom Severino encontramos um carro da Strans, como o veículo que bateu em mim estava na minha frente, o condutor dobrou na primeira rua que viu para desviar da viatura, que era a Rua Manoel Castelo Branco, e eu fui atrás. Foi nesse momento que ele percebeu que estava sendo seguido e parou o carro, eu fiz o mesmo e saí do meu carro para tentar conversar com ele”, relatou a vítima.

Foto: Reprodução/FacebookJornalista Nayrana Meireles
Jornalista Nayrana Meireles

Ainda segundo o relato da jornalista, quando ela estava se aproximando do carro do homem, ele deu a ré e acelerou. “Quando eu estava chegando perto do carro, o condutor abriu a porta dele e deu a ré em alta velocidade, com isso, eu fui atropelada e arrastada para trás. Em seguida, o homem seguiu na mesma velocidade que me atropelou e se evadiu do local”, completou.

O homem estava no carro com um passageiro, os dois tinham aproximadamente 60 anos e apresentavam sinais de embriaguez, ainda segundo as informações repassadas pela vítima ao GP1.

Foto: Reprodução/WhatsAppCarro que atropelou a jornalista
Carro que atropelou a jornalista

Com o impacto da queda, a jornalista teve ferimentos na perna e na mão. “Graças a Deus, tive apenas alguns ferimentos, mas o meu celular que estava na minha mão quebrou e agora vou ter que providenciar outro por imprudência de terceiros”, finalizou a vítima.

Foto: Reprodução/WhatsAppSituação do carro da jornalistas Nayrana Meireles
Situação do carro da jornalistas Nayrana Meireles

A diretoria de inteligência da Polícia Militar do Piauí e a Ciptran foram acionadas e já iniciaram as diligências com o objetivo de localizar o motorista. Um Boletim de Ocorrência também foi registrado pela jornalista na Polícia Civil.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.