GP1

Parnaíba - Piauí

Chacina em Parnaíba: irmão e cunhado não eram alvos, diz delegado

Na última terça, três pessoas da mesma família foram executadas. Uma mulher de 39 anos ficou ferida.

O delegado Maikon Kaestner, responsável pelas investigações sobre a chacina envolvendo as mortes dos irmãos Lucas dos Santos Aires, 22 anos, Francisco das Chagas dos Santos Aires, 27 anos, e o cunhado Micael de Oliveira Lopes, 27 anos, na última terça-feira (17), em Parnaíba, afirmou que Francisco das Chagas e Micael de Oliveira não eram alvos do criminoso, mas sim Lucas dos Santos, que tinha envolvimento com o tráfico de drogas e facções criminosas.

O delegado relatou que ele estava sendo ameaçado e teria sido visto por um desafeto horas antes do crime. Com isso, um criminoso encapuzado invadiu a residência em que Lucas estava e além de matar a vítima, se deparou com os parentes. Ele então executou o irmão, um cunhado e ainda baleou a mãe dos irmãos, Lucilene da Conceição dos Santos, que foi socorrida.

“Uma pessoa pulou para ir matar a vítima Lucas, mas se deparou com mais pessoas, os parentes dele, e acabou matando duas pessoas que não tinham nada a ver com a história do tráfico, as duas pessoas não tinham passagem e nem tinham sido ameaçadas. O Lucas passou dois anos morando fora de Parnaíba, retornou dois meses e naquele dia ele falou que um desafeto, que era traficante, teria avistado ele na cidade. Durante a noite, uma pessoa encapuzada pulou e acabou matando os três, o Lucas e mais dois e ainda ferindo a mãe do Lucas”, explicou.

O caso segue em investigação pela Delegacia de Homicídio, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) e o acusado pelo triplo homicídio ainda não foi identificado ou localizado.

Entenda o caso

Um triplo homicídio envolvendo uma família foi registrado na madrugada desta terça-feira (17), em uma residência no Conjunto Joaz Souza, em Parnaíba, no litoral do Piauí. A ocorrência foi confirmada ao GP1 pelo 2º Batalhão da Polícia Militar do Piauí. As vítimas são os irmãos Francisco das Chagas dos Santos Aires, 24 anos, Lucas dos Santos Aires, 22 anos e o cunhado Micael de Oliveira Lopes, 27 anos, que foram baleados e morreram ainda no local da execução.

Além dos mortos, a mãe dos dois irmãos, Lucilene da Conceição dos Santos, de 39 anos, também foi baleada, mas o tiro atingiu a perna e ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para o hospital.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.