GP1

Teresina - Piauí

Delegacia Geral lamenta morte do agente de polícia José Valdeck

José Valdeck morreu no final da noite dessa terça (24) após ficar 17 dias internado no HTI.

A Delegacia Geral de Polícia Civil emitiu uma nota de pesar na manhã desta quarta-feira (25) pela morte do agente de polícia José Valdeck de Melo, que não resistiu a uma tentativa de latrocínio ocorrida no dia 7 de maio durante um assalto no bairro Mocambinho, zona norte de Teresina.

José Valdeck morreu no final da noite dessa terça (24) após ficar 17 dias internado no Hospital de Terapia Intensiva (HTI). Na nota de pesar, a polícia se solidariza com os familiares do policial e o delegado geral, Luccy Keiko, afirma que todos os esforços serão direcionados para localizar o responsável pelo crime.

Foto: Reprodução/WhatsAppPolicial Valdeck
Policial Valdeck

“Um policial respeitador e comprometido com o serviço, que atendia bem às pessoas e que fará muita falta à instituição. Nós vamos direcionar todos esforços necessários para localizar e prender o outro indivíduo responsável pelo ataque covarde ao policial e que já está identificado, com mandado de prisão expedido”, disse o delegado.

Entenda o caso

O policial civil José Valdeck de Melo, lotado no 12º DP, não resistiu a tentativa de latrocínio ocorrida no dia 07 de maio durante um assalto na Avenida Freitas Neto, bairro Mocambinho, zona norte de Teresina, e acabou falecendo no final da noite dessa terça-feira (24), no Hospital de Terapia Intensiva de Teresina (HTI). A informação foi confirmada ao GP1 pelo Gerente de Polícia Metropolitana, delegado Sebastião Alencar.

Na ocasião do crime, o agente de segurança teve sua arma de fogo, uma pistola, roubada por dois bandidos, que chegaram em um depósito de bebidas, onde a vítima se encontrava, e anunciaram o assalto.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.