GP1

Piripiri - Piauí

Advogado Rorras Cavalcante é preso pela Polícia Civil em Barras

Contra ele havia uma sentença condenatória de 11 anos e 6 meses de prisão pelo crime de roubo.

O advogado Rorras Cavalcante Carrias, condenado a 11 anos e 06 meses de prisão pelo crime de roubo pela Justiça da Comarca de Piripiri, foi preso após cumprimento de mandado na tarde dessa quarta-feira (25), no município de Barras.

De acordo com o delegado regional da Polícia Civil no município, Jorge Terceiro, os policiais se deslocaram de Piripiri até Barras, onde conseguiram localizar o advogado para que ele pudesse dar início ao cumprimento da sentença condenatória, em razão do crime de roubo cometido no ano de 2013.

Foto: Reprodução/OABRorras Cavalcante Carrias
Rorras Cavalcante Carrias

“Nós fomos dar cumprimento ao mandando de prisão, oriundo da Justiça da Comarca de Piripiri, um mandado de condenação definitiva e o indivíduo alvo desse mandado se encontrava na cidade Barras. Nossa equipe se deslocou até a cidade e logramos êxito em localizar ele, então foi cumprido o mandado e comunicamos ao magistrado”, destacou o delegado ao GP1.

O Ministério Público do Piauí (MPPI) já tinha denunciado Rorras Cavalcante pelos crimes de roubo simples, furto simples e estelionato. A denúncia foi aceita e durante julgamento do processo ele foi condenado a pena de 11 anos e 06 meses de reclusão a ser cumprida, inicialmente, em regime fechado, e 55 dias-multa, pelos crimes imputados.

Saidinha de banco

Rorras Cavalcante Carrias foi preso em outubro de 2013 acusado de praticar assaltos nas imediações de agências bancárias no município de Piripiri, prática conhecida como "saidinha de banco". Na época, ele cursava o 8º Período do curso de Direito na Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

Segundo a Polícia Civil, ele era funcionário público da Prefeitura de Piripiri e abordava as vítimas, a maioria mulheres, no momento em que elas saíam dos bancos. As abordagens aconteciam no horário em que ele deveria estar no serviço público.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.