Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Meio-campista do Maranhão cita treinos para anular equipe do Altos

Vander foi autor do gol de empate contra o Altos, no 1ª turno, e peça chave no meio de campo do MAC.

Após empatar em 1 a 1 fora de casa, o Maranhão enfrenta o Altos novamente nesta terça-feira (11), dentro de casa, na estreia do returno do Brasileirão Série D 2024. Vander, autor do gol de empate e peça chave no meio de campo do MAC, citou os pontos que serão crucias para anular o Jacaré e não deixar a equipe piauiense pontuar fora. Ainda na liderança do grupo A2, o jogador também falou sobre a pressão de manter o Bode no topo da tabela.

“Em casa tentaremos ser um pouco mais agressivos, marcar um pouco mais em cima e tirar as jogadas deles no meio, pois o meio de campo de campo deles é bom, com o Valderrama como camisa 10. Então é ser mais agressivo e matar as oportunidades que tiver. [...] Sabemos que temos que estar no topo pela equipe que temos, mantendo os jogadores por quase dois anos. Nosso meio de campo praticamente já vem dois anos, eu e o Cavi, e a zaga também. Então temos que criar e vim da gente querer ficar no topo”, pontuou Vander.

Foto: Iury OliveiraVander, meio-campo do Maranhão
Vander, meio-campo do Maranhão

Maranhão e Altos empataram no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. Mesmo com o resultado, o MAC segue na liderança do grupo A2 com 13 pontos, mesma quantidade do Tocantinópolis, segundo colocado. Em seu próximo compromisso, o Bode irá enfrentar o Jacaré na estreia do returno, nesta terça-feira (11). O embate será no estádio Castelão, em São Luís, às 19h30. Vander fez uma avaliação do último jogo e citou a importância dele.


“Esse ponto fora de casa é importante, como eu falei para os meus companheiros o importante era vim aqui, somar e fazer um bom jogo. Saímos atrás no resultado, mas fomos fortes e continuamos fazendo o que o professor pediu. No meu gol, eu achei que o goleiro abriu um pouco para o lado dele e dava para bater. Fui feliz e consegue fazer o gol de empate. Sabíamos a grandeza e o bom futebol que o Altos joga, enfrentando-os na Copa do Nordeste e sabendo da dificuldade que iríamos enfrentar. Soubemos estudar eles bem e levamos esse ponto para casa com pensamento positivo”, analisou o jogador.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.