GP1

Piauí

Trabalho por conta própria cresce mais de 12% no Piauí, diz IBGE

A pesquisa do IBGE mostrou que também houve crescimento de 12,3% na quantidade de trabalhadores por conta própria informais, ou seja, sem registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (C

Dados da pesquisa PNAD Contínua, produzida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que no 3º trimestre de 2020 o Piauí aumentou em 12,2% a quantidade de pessoas ocupadas como trabalhadores por conta própria, o que impulsionou o aumento na ocupação no estado entre o 2º e o 3º trimestre de 2020.

A pesquisa do IBGE mostra que também houve crescimento de 12,3% na quantidade de trabalhadores por conta própria informais, ou seja, sem registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Havia 350 mil pessoas trabalhando por conta própria no 3º trimestre de 2020, no Piauí.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Comerciantes mantém lojas fechadas no Parque PiauíComerciantes mantém lojas fechadas no Parque Piauí

Eram 276 mil pessoas do Piauí trabalhando por conta própria sem CNPJ no 2º trimestre de 2020, número que chegou a 310 mil no 3º trimestre de 2020. A quantidade daqueles com registro em CNPJ se manteve estatisticamente estável no período, abrangendo cerca de 40 mil pessoas no 3º trimestre de 2020.

Apesar do aumento, a quantidade de trabalhadores por conta própria no Piauí ainda é 16,6% inferior ao 3º trimestre do ano passado. Há redução até mesmo entre as pessoas que trabalham por conta própria sem CNPJ, da ordem de 18,9%, quando comparados o 3º semestre de 2019 e o 3º semestre de 2020.

No Piauí, três em cada dez pessoas ocupadas são trabalhadores por conta própria (30,8%). O índice é o sétimo maior do país e superior à média nacional de 26,4%. O Amapá tem o maior indicador (35,8%) e o Distrito Federal tem o menor (20,8%).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.