GP1

Piauí

IBGE: 58,4% das residências no Piauí receberam auxílio emergencial

Segundo o IBGE, esse percentual apresenta uma queda no número de casas que eram beneficiadas pelo auxílio emergencial.

A PNAD COVID19, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontou que em outubro deste ano caiu para 58,4% o percentual de domicílios que receberam auxílio emergencial no Piauí. Desde junho, a proporção se mantinha acima dos 60%.

No Brasil, cerca de 42,2% dos lares receberam auxílio emergencial em outubro. Mesmo com a queda, o Piauí é o sétimo estado com maior percentual de domicílios que receberam auxílio emergencial em outubro.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Auxílio emergencialAuxílio emergencial

Tiveram proporções superiores: Amazonas (58,7%), o Acre (59,6%), o Alagoas (60,3%), o Maranhão (61,4%), o Pará (62,2%) e o Amapá (68,6%).

Também caiu em 34,9%, na comparação com setembro, a média do rendimento proveniente do auxílio emergencial recebido pelos domicílios piauienses. Em setembro, a média havia sido de R$ 978,00. Em outubro, foi registrado o menor valor desde maio: R$ 637,00.

Todos os estados registraram queda no período. No país, a redução foi de 23,7%, sendo que o rendimento médio diminuiu de R$ 902,00 em setembro para R$ 688,00 em outubro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.