GP1

Piauí

Rubens Pereira vai coordenar Câmara de Segurança do Consórcio Nordeste

O anúncio foi feito em reunião com participação do governador Wellington Dias, presidente do Consórcio.

O secretário de segurança pública do Piauí, coronel Rubens Pereira, foi escolhido para o cargo de coordenador da Câmara de Segurança do Consórcio Nordeste, durante uma reunião virtual nessa quarta-feira (14), que contou com a presença do governador Wellington Dias, presidente do Consórcio. O secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antonio de Pádua, foi designado para a função de subcoordenador.

O presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, enfatizou que a Câmara de Segurança vai atuar desde os pequenos crimes como furtos, roubos, mas também assaltos a bancos, narcotráfico, lavagem de dinheiro e crimes de maior potencialidade.

Foto: Lucas Dias/GP1Coronel Rubens Pereira
Coronel Rubens Pereira

“Agora com a Câmara Técnica de Segurança do Nordeste haverá uma legislação nos nove estados que permitem essa integração, assim como ocorre na Força Nacional, para trabalharmos ações em conjunto. O objetivo é reduzir homicídios, criminalidade, por que isso é importante para o desenvolvimento do Nordeste. Vamos trabalhar também tecnologia, recursos humanos e toda uma rede de proteção no Nordeste para não entrar armas e drogas. Trabalharemos uma estrutura para o que tiver de equipamentos, de helicóptero, de drones, câmeras de monitoramento, estejam disponíveis de forma muito integrada. Trabalhando também com a academia, com ciência e planejamento”, explicou.

Participaram da reunião virtual o secretário-executivo do Consórcio Nordeste, Carlos Gabas, além dos secretários de Segurança da Bahia, Alagoas, Paraíba e Ceará e o secretário adjunto de segurança de Sergipe, além da subsecretária do Consórcio Nordeste, Fernanda Coelho.

Segundo Rubens Pereira, nas próximas reuniões serão formados subgrupos que trabalharão diversas temáticas relacionadas à segurança pública e que serão definidas as prioridades e projetos viáveis. A meta é trabalhar de forma integrada na proteção de fronteiras e divisas dos estados para prevenir o tráfico de entorpecentes e armas.

Por meio da Câmara Temática de Segurança Pública do Nordeste serão feitas pesquisas, formação e capacitação de policiais. “Vamos buscar soluções para que o governador possa apresentar no plenário do Consórcio Nordeste”, disse o coronel.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.