GP1

Piauí

Lewandowski autoriza empréstimo de R$ 600 milhões para o Piauí

O anúncio foi feito pelo secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, coordenador do PRO Piauí.

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), proferiu decisão nesta terça-feira (21) autorizando a liberação de um empréstimo de R$ 600 milhões firmado pelo Governo do Piauí com o banco Itaú. O anúncio foi feito pelo secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, coordenador do PRO Piauí.

A decisão do STF foi no sentido de suspender a ação da portaria Nº 9.365/2021, do Ministério da Economia, que determinava uma consulta pública antes da liberação de empréstimos para estados e municípios.

“Concedo a tutela provisória para suspender a aplicação da Portaria ME 9.365/2021 e dar seguimento ao Processo Administrativo [...] referente à análise da capacidade de pagamento pleiteada pelo Estado do Piauí com relação à operação de crédito junto ao banco Itaú, de acordo com o trâmite da contratação suspenso pela referida Portaria”, proferiu o ministro do STF.

Rafael Fonteles comemorou a decisão do STF e ressaltou que o entendimento da Corte Suprema representa uma vitória para o estado do Piauí. Sem citar o nome de Ciro Nogueira, o secretário mandou um recado ao ministro-chefe da Casa Civil.

“Mais uma vitória do Estado do Piauí. A decisão do STF garante mais R$ 600 milhões em obras em nossas 224 cidades. Mais uma vez, perdeu o Senador que tentou impedir recursos para obras no Piauí”, declarou.

O empréstimo

A operação de crédito com o Itaú foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) no dia 10 de agosto. Segundo o Governo do Estado, o dinheiro do empréstimo, deve ser aplicado em ações de infraestrutura e aporte de capital em empresas estatais, integrantes do plano plurianual e do orçamento geral do Estado, no âmbito do PRO Piauí.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.