GP1

Polícia

Bandido que sacar arma contra policial "desce as cordas", diz coronel Viana

No áudio, o coronel faz referência à morte de dois PRFs durante uma abordagem na BR 116, no Ceará.

Em um áudio que está circulando nos grupos de WhatsApp, nesta quinta-feira (19), o coronel e ex-comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar do Piauí em Picos, Edwaldo Viana, jogou duro contra os criminosos, afirmando que bandido que sacar arma ou faca para qualquer policial deve, imediatamente, “descer as cordas”.

No áudio, o coronel faz referência à morte de dois policiais rodoviários federais no Ceará, que após uma abordagem na manhã dessa quarta (18), na rodovia BR 116, acabaram sendo surpreendidos pelo bandido, que tomou a arma de um dos policiais e os matou a tiros. Ouça o áudio completo:

“Por isso que quando eu comandei em Picos eu sempre dizia, dizia para meus policiais mesmo, se sacasse arma, era para baixar bala mesmo, e eu respondia. Porque eu não vou na rua e não coloco nenhum policial meu na rua armado para pegar tiro, jamais! Essa inversão de valores aconteceu porque muitos de nós permitimos. Bandido, a lei pode dar o que quiser, mas se sacar a arma para policial meu ou para mim ele desce as cordas, não podemos chegar a isso. Dois caras jovens, dois guerreiros serem eliminados, é por isso que devemos sempre agir com altivez para bandido, bandido sacou uma faca ele vai para o inferno”, afirmou o coronel

Morte dos dois PRFs

Dois policiais rodoviários federais identificados como Márcio Hélio Almeida de Sousa e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho foram mortos por um criminoso na manhã desta quarta-feira (18), na rodovia BR 116, no bairro Cidade dos Funcionários, em Fortaleza-CE. A morte dos dois policiais foi confirmada pela própria Polícia Rodoviária Federal no Ceará (PRF-CE).

Segundo a PRF-CE, o criminoso acusado de efetuar os disparos contra os dois agentes foi morto momentos depois do crime por um policial de outra força de segurança.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.