GP1

Política

Prefeita Edimê Oliveira é acusada de difamação

Ao GP1, o marido da prefeita disse acusação não procede e que a ex-secretária sempre fala mal das prefeituras que não são clientes da empresa.

A prefeita de Coivaras, Edimê Oliveira Gomes Freitas, é alvo de ação penal no Tribunal de Justiça do Piauí, acusada de difamação contra a empresa Araújo e Mendes Consultoria em Gestão Públicas LTDA, de propriedade da ex-secretária municipal de educação do município, Antônia Alves de Sousa Araújo. A ação foi autuada em julho deste ano.
Imagem: DivulgaçãoPrefeita Edimê Freitas(Imagem:Divulgação)Prefeita Edimê Freitas
Na denúncia, Antônia Alves afirma que a prefeita Edimê usa grupos do aplicativo whatsapp para difamar a empresa Araújo e Mendes Consultoria. No grupo, estão prefeitos de municípios vizinhos, que são clientes da empresa atingida, o que prejudica a imagem da empresa. 
 
A empresa Araújo e Mendes Consultoria foi contratada pelo vereador de Coivaras, Ernesto Soares de Sousa, para realizar auditorias e apurar supostas irregularidades praticadas pela prefeita, no ano de 2014. Após verificação dos atos de improbidade, o vereador enviou representação ao Ministério Público contra a prefeita. Desde então, Edimê Oliveira, estaria fazendo afirmações desfavoráveis aos serviços da empresa, de acordo com a denúncia feita pela ex-secretária. 

Outro lado
 
O GP1 tentou contato com a prefeita Edimê Oliveira, mas ela não foi localizada. O marido, Ferdinand Freitas, informou que a acusação de Antônia Araújo não procede. Segundo ele, a ex-secretária sempre fala mal das prefeituras que não são clientes da empresa Araújo e Mendes Consultoria. 
 
Ferdinand informou ainda que Antônia Araújo foi exonerada do cargo de secretária municipal da Educação por diversas irregularidades, entre elas a autonomeação em concurso público promovido pela própria secretaria. 

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.