GP1

Política

Temer cria articulações para reduzir prefeituras do PT

O presidente em exercício deve mapear as prioridades dos partidos aliados, mas deve ficar fora de palanques.

O presidente em exercício Michel Temer está decidido a ficar fora dos palanques nas eleições de outubro para não comprometer a governabilidade. No entanto, tem trabalhado nos bastidores e por meio de interlocutores para realizar um mapeamento das preferências e prioridades de cada partido em relação à disputa eleitoral.

Temer está tentando evitar que possíveis rivalidades municipais possam comprometer a base aliada no Congresso. Para evitar isso, ele está mapeando as prioridades dos aliados e pretende escalar ministros e interlocutores para fazer uma espécie de coordenação e dar prioridade às candidaturas de acordo com o interesse dos partidos.

A meta do Planalto é eleger o maior número possível de prefeitos e vereadores de partidos aliados, reduzindo assim, a área de atuação do PT e da oposição ao atual governo. De acordo com o Estadão, os aliados de Temer acreditam que uma eventual vitória eleitoral sobre a oposição poderia ajudar o governo na medida em que deixaria o PT ainda mais fragilizado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.