GP1

Política

Regina Sousa assume comando do Governo do Piauí por 14 dias

"Estarei na Terra Santa, sou cristão e é uma viagem de quem quer conhecer onde Jesus Cristo nasceu e viveu", disse.

Lucas Dias/GP1 1 / 7 Autoridades presentes na passagem do cargo para Regina Sousa Autoridades presentes na passagem do cargo para Regina Sousa
Lucas Dias/GP1 2 / 7 Regina Sousa e Wellington Dias em evento de transmissão de cargo Regina Sousa e Wellington Dias em evento de transmissão de cargo
Lucas Dias/GP1 3 / 7 Governador assina passagem do cargo Governador assina passagem do cargo
Lucas Dias/GP1 4 / 7 Regina assina recebimento do cargo Regina assina recebimento do cargo
Lucas Dias/GP1 5 / 7 Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias
Lucas Dias/GP1 6 / 7 Regina Sousa Regina Sousa
Lucas Dias/GP1 7 / 7 Merlong Solano Merlong Solano

Na manhã dessa quarta-feira (16) foi realizada a transmissão de cargo de Wellington Dias (PT) para Regina Sousa (PT), que assumiu pela primeira vez o comando do Governo do Piauí. Wellington Dias entrou de férias hoje e segue assim até o dia 29 de janeiro.

O governador tem uma viagem programada para Israel e Jordânia. A transmissão do cargo aconteceu no escritório da residência oficial. Na ocasião, o governador afirmou que irá viajar com a sua esposa, a deputada federal Rejane Dias (PT) e com a filha Iasmim Dias.

“Faço uma viagem particular, embora o embaixador de Israel me pedindo para que ainda hoje em Brasília tivéssemos uma audiência, pois temos algumas pareceria. Estarei em Israel e Jordânia acompanhado da Rejane, não como deputada, mas como minha esposa, e da minha filha Iasmim. Estarei na Terra Santa, sou cristão e é uma viagem de quem quer conhecer onde Jesus Cristo nasceu e viveu. Enfim, o mais importante é que precisamos da benção de Deus”, afirmou.

Regina Sousa assume pela primeira vez o comando do Governo do Piauí e afirmou que o objetivo nesse período é dar andamento aos estudos referentes a reforma administrativa.

“Temos uma reforma que vai para a Assembleia, que tem um prazo e nós vamos avançar com ela. Tem uma equipe e eu vou supervisionar ela e também ajudar. O resto é a rotina do dia a dia, do que tem que ser feito e do que pode surgir. Vamos enfrentar o que vier, mas não tem assim nada especial. Para mim essa é uma rotina. Hoje vou me encontrar com a equipe para ver o que já tem produzido, o que falta fazer, para quando o governador voltar, estiver tudo encaminhado”, explicou Wellington.

O deputado estadual Francisco Limma, líder do PT na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) acredita que Regina “tomará decisões sábias” durante o comando do Executivo estadual. “A vice-governadora não é nova nesse tipo de atividade. Ela já foi secretária, é uma pessoa muito próxima ao governador, uma pessoa muito equilibrada, portanto acredito que ela conduzirá com toda maestria que lhe é peculiar e tomará as decisões sábias que precisam ser tomadas por qualquer gestor”, afirmou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.