GP1

Política

Marcelo Castro afirma que TRE mandou suspender investigação contra ele

O senador estava sendo investigado por supostas doações não contabilizadas repassadas pelo Grupo J&F.

O senador Marcelo Castro (MDB), por meio de sua assessoria de comunicação, enviou nota de esclarecimento ao GP1 na noite desta terça-feira (28), a respeito da matéria intitulada “Juiz manda Polícia Federal investigar o senador Marcelo Castro”. O parlamentar afirmou que a investigação já foi suspensa por ordem do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

“Esclarecemos que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) determinou, nesta terça-feira (28 de setembro), a suspensão da investigação por verificar ilegalidade no procedimento”, diz um trecho da nota encaminhada pelo gabinete do senador.

Foto: Lucas Dias/GP1Marcelo Castro, Senador
Marcelo Castro, Senador

Marcelo Castro afirmou em nota que acredita que a Justiça em breve irá determinar o arquivamento do caso, devido à “improcedência” das suspeitas.

Laia na íntegra a nota do senador:

Esclarecemos que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI) determinou, nesta terça-feira (28 de setembro), a suspensão da investigação por verificar ilegalidade no procedimento.

Confiamos que a Justiça irá, em breve, determinar o arquivamento do caso, em razão da absoluta improcedência das suspeitas.

Entenda o caso

O senador piauiense estava sendo investigado por supostas doações eleitorais não contabilizadas que teriam sido repassadas pelo Grupo J&F. A investigação contra Marcelo Castro foi aberta com base em delações premiadas firmadas entre o Ministério Público Federal e Joesley Mendonça Batista, Wesley Mendonça Batista, Ricardo Saud, Francisco de Assis e Silva, Florisvaldo Caetano de Oliveira, Valdir Aparecido Boni e Demilton Antônio de Castro.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.