GP1

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro

Eduardo Paes confirma 7 de Setembro longe de Copacabana

Desfile militar será na Avenida Presidente Vargas, no Centro, onde acontece tradicionalmente.
Por Estadão Conteúdo

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), confirmou nesta sexta-feira, 5, no Twitter, que a parada militar de 7 de Setembro na cidade será realizada na Avenida Presidente Vargas, como acontece tradicionalmente. A decisão de Paes contraria o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, que tinha anunciado a transferência do desfile para a praia de Copacabana, na zona sul.

“Evento organizado onde o Exército solicitou e onde sempre foi feito. Simples assim! Prefeito aqui não trabalha na birra nem na fofoca. Preferências políticas e administração são coisas distintas. E as posições políticas aqui sempre foram claras”, postou Paes.

Após o anúncio de Bolsonaro, no sábado, 30, Paes falou que a transferência envolvia “logística complexa” e lembrou que o calçadão da Avenida Atlântica, via na orla onde ocorreria o desfile, é tombado. O Diário Oficial do Município já publicou edital para contratação da montagem da estrutura da parada perto do Pantheon de Caxias, em frente à sede do Comando Militar do Leste, no Centro.

Na manhã deste sábado, 6, Paes disse que até o momento a prefeitura não recebeu pedido para alterar o local do desfile de 7 de Setembro. “O Exército brasileiro continua solicitando para fazer na Presidente Vargas. Por isso seguimos organizando lá”, falou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.