GP1

Saúde

Controladoria Geral do Estado acompanha avanços em obras da Saúde

Reunião foi realizada na manhã desta segunda-feira (29).

Na manhã desta segunda-feira (29), a Controladoria-Geral do Estado do Piauí (CGE) participou de reunião com o secretário de Saúde, Florentino Neto e deputados e senadores piauienses. A reunião consistiu em uma prestação de contas das emendas federais dos parlamentares. Na oportunidade, foram apresentadas as principais obras da saúde em andamento, a exemplo da reforma e ampliação do Hospital Dirceu Arcoverde, em Parnaíba, do Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), também em Parnaíba e da construção do Complexo Materno – Maternidade de Referência Estadual, em Teresina.

O controlador-geral do Estado, Nuno Bernardes, o gerente de Controle de Obras da CGE, Paulo Henrique Melo Portela e o auditor governamental Gilberto Gomes participaram da reunião. Paulo Henrique Portela informou que a Controladoria realiza o acompanhamento sistemático de obras junto à Sesapi, desde a fase da licitação.

  • Foto: Divulgação/AscomVisita na nova maternidade de TeresinaVisita na nova maternidade de Teresina

"No caso da Maternidade, tão logo o contrato foi assinado, a CGE vem realizando pontos de controle com o objetivo de acompanhar a execução dos projetos e das obras. A grande importância desse monitoramento é gerenciar riscos ao desenvolvimento do empreendimento, de forma que as obras sejam realizadas dentro do preço contratado, de acordo com prazo previsto no cronograma e que tenha total qualidade na execução", disse, o gerente de Controle de Obras da CGE.

No que se refere ao CER IV, a CGE acompanha a construção desde dezembro de 2017. A obra já se encontra 75% concluída.

O auditor governamental Duanne Ruiz Holanda realiza visitas técnicas no CER IV a cada 15 dias, para verificar a efetiva execução do cronograma físico da obra. Ele considera que, nas visitas técnicas, também são avaliados os riscos de forma preventiva em aspectos como qualidade, documentação, projetos e financeiro.

“O objetivo principal é prever os riscos, inconformidades e os impactos positivos e negativos da construção do projeto durante o cronograma de execução garantindo, assim, a entrega do equipamento público para a sociedade. Nós verificamos o empreendimento em seus principais pilares: custo, qualidade, prazo e responsabilização”, disse.

O Centro oferecerá os serviços de Reabilitação Visual, Auditiva, Física e Intelectual, constituindo-se em referência para a rede de atenção à saúde no território. A construção do Centro Especializado de Reabilitação – CER IV tem investimento de quase R$ 5 milhões oriundos de convênio com Ministério da Saúde/Caixa Econômica Federal/SEID/Sesapi. Grande parte desses recursos, também são oriundos de emendas parlamentares da deputada Rejane Dias.

De acordo com o auditor governamental, a obra deve ser finalizada no prazo. “Realizamos esse acompanhamento quinzenal e na última visita que realizamos, no último dia 19, constatamos que a obra está 75% executada. A previsão de entrega é para a primeira quinzena de dezembro de 2018”, informou o auditor.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.