GP1

A comovente isenção de um lado só


Reproduzo texto do colunista de Veja Reinaldo Azevedo:

A “isenção” da cobertura política chega a ser comovente. Vejam o noticiário online — e, no papel, não é muito diferente. A pesquisa Datafolha praticamente desapareceu. Neste momento, a Folha Online prefere destacar que o eleitor de Dilma “é mais decidido”. A pesquisa anterior do Ibope que serviu para enterrar Serra nem sequer foi lembrada: se fosse, seria forçoso considerar que o Datafolha indicava a recuperação do tucano. Mas aí vinha a justificativa técnica: “Ah, são pesquisas diferentes”.

Muito bem: agora estaremos diante de duas pesquisas de um mesmo instituto. Em praticamente uma semana, uma diferença em favor de Dilma de cinco pontos no primeiro turno e de sete no segundo foi para o brejo. Ele ganhou quatro pontos no primeiro e cinco no segundo; ela perdeu um e dois, respectivamente.

Mas os “isentos” continuarão a sustentar que Dilma “está em ascensão”. O que fazer? Bem, vocês são os leitores-analistas-consumidores desses veículos, não?

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.