Colunista Herbert Sousa
GP1

Polícia Federal requisita prorrogação de prazo em inquérito que investiga prefeito de Porto Dó Bacel


Imagem: ReproduçãoDó Bacelar(Imagem:Reprodução)Dó Bacelar
A Polícia Federal requisitou ao Ministério Público Federal, através do Procurador Regional da República, Roberto de Alencar Araripe Furtado, a dilação de prazo para concluir o inquérito policial que versa sobre crime de sonegação previdenciária e de responsabilidade supostamente cometidos pelo prefeito de Porto, Domingos Bacelar de Carvalho, o “Dó Bacelar”.

A PF justificou o pedido no sentido da “necessidade de que sejam procedidas diligências para complementação da investigação criminal”.

O representante do Ministério Público Federal, procurador Roberto Araripe, concordou com o pedido de dilação, “estabelecendo o prazo de 120 dias para conclusão e apresentação do relátorio conclusivo”. O despacho do procurador da República foi assinado no dia 17 de outubro deste ano. O inquérito policial que investiga o prefeito de Porto Dó Bacelar foi instaurado no dia 25 de março de 2011 pela Superintendência da Polícia Federal no Piauí.

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.