Colunista Herbert Sousa
GP1

PF destaca que Paulo Guimarães dava cadeiras e aparelhos de ar-condicionado como garantia no parcela


Os investigadores Polícia Federal destacaram no decorrer da operação “Sorte Grande”, que desarticulou um esquema de sonegação previdenciária e tributos na impressionante cifra de 896 milhões de reais nas empresas do empresário Paulo Guimarães , que para evitar o pagamento dos débitos e impedir que o esquema fosse descoberto os acusados aderiram a programas de recuperação fiscal, no âmbito da Receita, arrolando em garantia, bens de baixo custo – cadeiras e aparelhos de ar-condicionado-, conseguindo parcelar os valores devidos, “cujo pagamento integral nunca será concretizado”.

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.