GP1

Gladson Murilo quer criar cargos com gasto de pessoal acima da LRF


O prefeito Gladson Murilo, do Município de Corrente/PI, encaminhou a Câmara Municipal, no dia 02 de outubro deste ano, projeto de Lei Complementar alterando a estrutura administrativa da prefeitura, criando a Secretaria Municipal de Governo e diversos cargos em comissão.

Alguém precisa alertar o prefeito, que a Lei de Responsabilidade Fiscal ainda vigora nesse país e veda, expressamente, a criação de cargos quando a município atinge o limite prudencial de gastos com pessoal que é de 51,30%.

  • Foto: Facebook/Iracema PortellaGladson MuriloGladson Murilo

Segundo o Relatório de Gestão Fiscal publicado pela prefeitura na edição de 17 de setembro de 2019, no Diário Oficial dos Municípios, o gasto com pessoal no período de julho de 2018 a junho de 2019 atingiu o percentual de 53,81%.

  • Foto: Divulgação/Prefeitura de Corrente  Relatório de Gestão Fiscal Relatório de Gestão Fiscal

O que se comenta a “boca pequena”, é que os cargos servirão de moeda de troca para o prefeito construir uma forte base eleitoral visando sua reeleição.

É caso para atuação imediata do Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.