GP1

Greve nos Correios: funcionários querem “vale-peru” e “vale-cultura"


  • Foto: Jose Lucena/Futura Press/Estadão ConteúdoCorreiosCorreios

Entra ano e sai ano e nos Correios sempre a mesma ladainha: greve e mais greve. Parece notícia repetida, mas não é. Funcionários públicos dos Correios entraram em greve mais uma vez. Nos últimos 13 anos, apenas em 2010 eles não fizeram paralisações. O protesto desta vez é contra a privatização da estatal e, pasmem, contra o corte dos benefícios, como, acredite se quiser: “vale-peru e vale-cultura”. Esses benefícios custam R$ 600 milhões aos pagadores de impostos.

Presidente Jair Bolsonaro tenha coragem e privatize imediatamente os Correios. Essa estatal é deficitária. Chega de enrolação! Chega de monopólio!

É um absurdo o Governo administrar uma empresa de entrega de cartas.

O pior é que a greve desses privilegiados do Serviço Público acontece em meio à pandemia, onde milhares de brasileiros perderam seus empregos ou tiveram seus salários reduzidos.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.