Blog Opinião
GP1

A responsabilidade dos líderes nas eleições da OAB


Por Jose Norberto Lopes Campelo*

Imagem: DivulgaçãoAdvogado Norberto Campelo(Imagem:Divulgação)Advogado Norberto Campelo

As eleições da OAB se aproximam e com isso tenho notado um comportamento cada vez mais agressivo de alguns membros da chapa de oposição.

Os movimentos políticos tem a cara de seus lideres, e por essa razão, creio que estes são sempre responsáveis pelos destinos de uma campanha.

São os lideres que decidem em que nível ela se dará. Se uma campanha propositiva, baseada em ideias e projetos, ou se negativa, baseada em ataques e ofensas.

A campanha feita contra os membros da Chapa CONFIOAB tem sido muito agressiva. É lamentável tal iniciativa por vários aspectos. Primeiro porque depõe contra nossa classe e contra nossa instituição, que tem o dever de dar o exemplo a partir da campanha, sempre limpa e baseada em projetos e ideias. Segundo, porque ninguém decide fazer parte de politica de Ordem para ter a sua honra e dignidade atacadas.

Não é justo que alguém dedique o seu tempo a uma tarefa voluntária, lutando por interesses da advocacia e da sociedade, para logo em seguida ser atacado publicamente e ter sua honra afetada pelos próprios colegas, a quem direta ou indiretamente tem servido.

Tal atitude é desleal e desonesta e nos enfraquece a todos, merecendo ser banida de nosso meio, definitivamente.

O pior é que assistimos alguns poucos advogados em inicio de carreira sendo usados nessa missão absurda, atirando-se na linha de frente, como que numa frente de batalha, esquecendo-se de que estamos numa disputa democrática, numa eleição de Ordem.

Devem lembrar todos os colegas, que a participação no processo eleitoral é salutar e deve ser incentivada. Mas qual advogado terá coragem de enfrentar uma eleição no futuro, vendo tamanha sanha agressiva de alguns? E ainda, porque tanta agressividade? Para que tanta violência?

Já acompanhei algumas eleições na Ordem, mas nunca vi nenhuma campanha de baixo nível ser exitosa. Todas tiveram uma resposta pronta dos advogados contra a baixaria. Os advogados do Piauí sempre disseram não aos que tentaram chegar ao poder passando por cima dos colegas. Os advogados do Piauí sempre exigiram uma atitude polida daqueles que se disponibilizam a disputar eleições na Ordem.

Os advogados e a sociedade piauienses esperam muito mais de seus lideres, e se sentiriam envergonhados de verem uma luta fratricida, onde irmãos tentam destruir irmãos, pelo motivo mesquinho da busca pelo poder.

Nós já fizemos nossa opção e vamos trabalhar até o fim por uma campanha limpa, a altura da OAB que lutamos para construir a cada dia, com muita seriedade, esforço e dedicação e ainda cremos que nossos colegas vão retroceder e passarão a fazerem uma campanha também propositiva. E que no dia 20 de novembro, vença o grupo que melhores condições apresentarem para nos guiar pelos próximos três anos. Aquele que tiver mais credibilidade e preparo para essa difícil e importante missão.

* Jose Norberto Lopes Campelo – ex-Presidente da Seccional Piauí e candidato a Conselheiro Federal pela Chapa Confioab

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.