J. R. Guzzo: "Maia faz cara de ofendido quando é chamado de ladrão"

- atualizado

O diretor do Editorial do Grupo Exame, jornalista J. R. Guzzo, disse que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, comandou um "assalto" depois que a Casa Legislativa aprovou o projeto de reforma eleitoral. As duras críticas foram feitas em sua página no Twitter, nesta quinta-feira (19).

O jornalista ainda comparou a aprovação do projeto a um assalto com arma na cabeça. “Rodrigo Maia faz cara de ofendido quando é chamado de ladrão, mas acaba de comandar um assalto direto ao erário chamado reforma eleitoral. Roubar o dinheiro do imposto que você pagou aprovando leis é o mesmo que roubar apontando um revólver para a sua cabeça. Roubo é roubo”, escreveu.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811