GP1

Eleições 2022

Joel Rodrigues diz que não existe ambição entre Sílvio e Iracema

"Vejo no Silvio e na Iracema a tranquilidade de aceitar o resultado", disse o prefeito de Floriano.

O prefeito da cidade de Floriano e provável futuro candidato ao Senado Federal em 2022, Joel Rodrigues (Progressistas), concedeu entrevista ao GP1 e afirmou que não existe ambição no grupo da oposição liderada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas). O gestor municipal concedeu a declaração neste domingo (24), quando falava sobre o ex-prefeito de Teresina Sílvio Mendes (PSDB) e a deputada federal Iracema Portella (Progressistas), ambos dispostos a brigar pelo Governo do Piauí em 2022.

Joel afirmou que são duas grandes alternativas ao executivo e declarou que acredita na sintonia e compreensão entre Sílvio e Iracema no momento de definir qual dos dois deverá capitanear a chapa oposicionista para o Governo.

Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito Joel Rodrigues
Prefeito Joel Rodrigues

“Dá uma leveza o fato de não ter ambição. Estamos percebendo um time que quer trabalhar e fazer o melhor pelo Piaui. Como não tem ambição, estamos aguardando os critérios estabelecidos e vejo no Silvio e na Iracema, a tranquilidade de aceitar o resultado [de quem será o candidato a governador]. Isso é importante para construir uma chapa que venha realmente casar com o sentimento das pessoas de uma mudança necessária nesse momento”, afirmou o prefeito de Floriano.

Pesquisas

Sílvio e Iracema estão dispostos a concorrer ao comando do Palácio de Karnak e para isso, alguns critérios serão usados para escolher o futuro candidato a governador. Os resultados de algumas pesquisas prometem ser determinantes para balizar a decisão final do grupo. A ideia preliminar é que Sílvio e Iracema façam dobradinha. Já o cargo de senador da chapa está sendo prometido a Joel Rodrigues.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.