GP1

Eleições 2022

PTB vai anunciar apoio a Sílvio Mendes para Governo do Estado

O objetivo é montar uma frente competitiva para o confronto com os nomes apresentados pelo Governo.

O PTB vai anunciar nas próximas semanas apoio ao pré-candidato ao Governo do Piauí, Sílvio Mendes (União Brasil). No Estado, o presidente do Diretório do Partido Trabalhista Brasileiro, Venício do Ó, já teve diálogos com Sílvio e com o ministro-chefe da Casa Civil, senador licenciado Ciro Nogueira (Progressistas), justamente para discutir o alinhamento entre as partes.

O comunicado oficial deverá ocorrer após uma reunião em Brasília, no início de julho, com a Direção Nacional do PTB. O objetivo é montar uma frente competitiva para o confronto direto com os nomes apresentados pelo Palácio de Karnak: Rafael Fonteles (PT), para governador e Wellington Dias (PT), que concorrerá ao Senado Federal.

Foto: Lucas Dias/GP1Venício do Ó
Venício do Ó

Em recente entrevista ao GP1, Venício disse ser possível obter êxito eleitoral se houver unidade da oposição. “O grande interesse é que o bloco seja maior, mas se não tiver entendimento com outros partidos, o PTB vai sim tomar uma posição. Não ficaremos neutros em eleição. Vamos lutar para que seja resolvido no 1º turno”, disse Venício do Ó à nossa reportagem no início de junho.

PL

O PTB também chegou a se reunir com o Major Diego Melo que está como pré-candidato a governador do Piauí pelo Partido Liberal. Porém, se o entendimento de que o apoio irá para o nome melhor avaliado nas pesquisas, Sílvio terá a preferência.

Senado

O empresário Nel Lopes se colocou como pré-candidato a senador pela legenda petebista, no entanto, sem maior desenvoltura diante das pesquisas, não deverá se sustentar na disputa. Com isso, a tendência principal é que o PTB abrace a pré-candidatura de Joel Rodrigues (Progressistas), que compõe chapa de Sílvio Mendes.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.